Go to Top

Porque você deve participar da doTerra!

Muitos já sabem que estou engajado na doTerra que atua no segmento de óleos essenciais.
Quem não gostaria de aprender a ter mais SAÚDE e depender menos dos REMÉDIOS?
Poucas empresas tem um produto que podemos afirmar que 100% das pessoas podem usar. De um bebê de 0 anos a um idoso de 100 anos, de um atleta a uma pessoa doente, de jovens descolados e pessoas conservadoras.

Não acredita? Veja o Google Trends que mostra o volume de buscas ao longo do tempo.

Ministro cursos de Marketing no Google desde 2007 e já capacitei MILHARES de pessoas a usarem o marketing de conteúdo para serem encontradas no Google. Curvas ascendentes como estas indicam NEGÓCIOS EM FASE de expansão e é a HORA CERTA de entrar.

Bom, a questão é que com a crise… milhões de pessoas perdem emprego e buscam alternativas de RENDA ($$$). Uber é uma das opções mais rápidas e fáceis, mas você pode dirigir 10 anos e não terá construído NADA. Pode optar por outras alternativas de Marketing de Rede, compreendo, pois já tentei Polishop e Herbalife. Mas o FATO é que a maioria das empresas criam a imagem de “pirâmide” porque praticamente todos entram para serem empreendedores e pelo $$$. Na doTerra é diferente, as pessoas entram porque se APAIXONAM pelos óleos essenciais e percebem que podem se EMPODERAR da sua saúde e das pessoas que AMA. Podemos ajudar as pessoas a mudarem de VIDA com um “simples” compartilhar de 1 gota de óleo essencial.

Na doTerra, você poderá construir uma rede de consumo inteligente REAL e duradoura, pois a taxa de retenção da doTerra é 65%. Ou seja, a cada 100 pessoas que compram 1 vez na doTerra, 65 pessoas continuarão clientes.

Caso já me conheça, sabe que sempre fiz dezenas de coisas e me falavam para ter foco. Talvez esteja pensando.
“Lá vem o Marcio com mais uma ideia de negócios”.

Deixo uma frase para reflexão…

“As oportunidades são como o nascer do Sol: Se você esperar demais, vai perdê-las” William Arthur Ward

Se chegou até aqui, manda um whatsapp 11 99480-1777 e comenta o que achou deste post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *