Go to Top

Educação Maker – Errando que se aprende

Como você lida com o ERRO?

Vivemos uma cultura onde o ERRO é visto como uma falha pessoal e algo negativo. A maioria das escolas ainda segue o padrão de divisão por séries e baseada no conteúdo com foco no  vestibular que é o drama de 99,99% dos jovens que entram na fase adulta.

Quando era criança, eu era tímido e lembro que na escola me chamavam de CDF que eu, inocentemente, achava que era “cérebro de ferro”.  Eu sempre estudei bastante e quando passei na Escola Técnica Federal da Bahia (caso ainda não me conheça, sou um japonês baiano) me tornei monitor de física para ajudar os outros alunos. Passei em engenharia elétrica na Unicamp em um dos vestibulares mais concorridos do Brasil e lembro que uma das coisas que mais gostava era ser monitor de geometria.

Hoje percebo que parte da minha motivação era o medo de ERRAR e não porque eu realmente gostasse do que estava escolhendo

como carreira.

Completarei 50 anos no dia 14/Agosto/2018 e é uma idade para refletir,  afinal será meio século de vida.

Infelizmente, a grande maioria das escolas continua IGUAL à minha época de criança/adolescente. Todos sabem que precisam mudar e a EDUCAÇÃO se tornou uma das prioridades em todo mundo. O problema é que há uma questão que não é nada simples de solucionar. O modelo escolar brasileiro enfrenta um dilema. A escola pública tem grandes dificuldades atingir um patamar de qualidade e as escolas particulares são a meta da maioria dos pais/mães que podem PAGAR por uma educação de qualidade.

Educação Maker – Uma nova era do aprendizado

Como no filme Matrix, as pessoas tem uma grande dificuldade de enxergar e compreender novos modelos e a tendência de reagir ao novo é ter MEDO ou, inconscientemente, RECUSAR A ACEITAR porque isso pode significar sair da ZONA DE CONFORTO.

O problema é que o aprendizado só acontece a partir de PROBLEMAS e DESAFIOS que nos tiram da zona de conforto. Aprendi com  minha amiga Rebeca Toyama que as pessoas tem medo de sair da zona de conforto porque se elas não enxergarem as possibilidades de expansão irão entrar na zona de pânico.

O que é Educação Maker?

A educação maker é a forma de APRENDER FAZENDO. Não é nada novo como podem perceber pela frase de Aristóteles.

“É fazendo que se aprende a fazer aquilo que se deve aprender a fazer”. Aristóteles

Quando era criança, lembro que meu pais fazia carrinho de rolimã e arraias (pipa em Salvador). A educação maker é baseada em problemas e desafios com SIGNIFICADO para “crianças” de qualquer idade.

O ERRO é valorizado como parte do APRENDIZADO.

“Eu não falhei. Apenas descobri 10 mil maneiras que não funcionam.” Thomas Edison

 

Educação maker e escolas…

Algumas escolas estão investindo na educação maker, mas eu acredito que a educação maker depende muito mais dos PAIS/MÃES do que as escolas. Este é um dos motivos porque o homeschooling que é a educação domiciliar está crescendo de forma gradual em muitos países. O homeschooling e a educação maker tem sinergia TOTAL.

Ah, as escolas são como o TITANIC, pois podem até tentar mudar, mas é muito difícil mudar de direção.

O homeschooling é uma das formas mais incríveis de educação porque é criar sua própria trilha de aprendizagem. Não irei explicar aqui porque meu filho que começou homeschooling este ano pode explicar muito melhor na sua primeira palestra da vida.

Por que as pessoas tem medo de errar?

As pessoas tem medo de errar porque temos medo do JULGAMENTO das pessoas. A nossa sociedade tem base na escassez e no medo. Temos medo de não colocar o filho em boas escolas, de não passar no vestibuldar, de não se aceito, etc.

A educação maker faz parte do Movimento Maker que é a cultura do “Faça você mesmo”. Na cultura maker, a diversidade é muito valorizada e os makers são colaborativos porque cada um tem uma combinação de talentos que é ÚNICA. Por isso, os makers aprendem, ensinam e, principalemente, se DIVERTEM JUNTOS.

A base dos makers é a CONFIANÇA e a crença que existe ABUNDÂNCIA quando trabalhamos de forma COLABORATIVA.

Como ser um MAKER?

O maker é alguém de faz o que ama, ganha dinheiro com isso (ou tenta) e que se DIVERTE COM O ERRO.

Quer ser um MAKER? Então relaxa e aprenda com seus erros. Mais importante do que eles são os amigos que fazemos ao longo do caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *