Go to Top

Ser voluntário vale a pena

Em 1996, li uma matéria na Vejinha SP sobre a Turma da Sopa que era um grupo de voluntários que distribuía sopa nas ruas de São Paulo. Achei legal e decidi ligar e falei com Leila Matta que na época era presidente da Turma da Sopa. Passei a frequentar todas as quartas às noites o viaduto Condessa de São Joaquim que era o ponto de distribuição de sopa nos próximos 2 anos. A maior lição que aprendi neste trabalho foi a não ter preconceitos, pois muitas pessoas têm a ideia ERRADA de que os moradores de rua são pessoas bêbadas ou drogadas. Grande parte delas simplesmente perderam o emprego e não têm família em São Paulo. Nós, da classe média sempre temos amigos ou familiares a recorrer em caso de uma emergência, mas pessoas de classes mais humildes acabam indo parar nas ruas.

Casa dos Inocentes

Passei a frequentar também, um abrigo para meninas órfãs ou com pais em situação financeira que impossibilitava manter as filhas, a Casa dos Inocentes. Ajudei a organizar a primeira sala de informática e também aprendi mais uma grande lição, é comum as pessoas frequentarem trabalhos voluntários achando que irão prestar um serviço para “pessoas carentes”. Logo percebemos como ganhamos muito mais ao ajudar, e fica claro que não é um favor que fazemos aos outros, mas a nós mesmos.

Prêmio Bem Eficiente – Stephen Kanitz

Em 1998/1999, tive o prazer de trabalhar para o Stephen Kanitz no projeto Bem Eficiente que era um prêmio concedido a 50 entidades beneficentes anualmente. Para estar nesta lista, era necessário cumprir uma grande lista de critérios de qualificação.

Apesar de ser um trabalho remunerado, grande foi fascinante ter um contato direto com uma pessoa tão importante no cenário do mundo dos negócios no Brasil. Além disso, tive a oportunidade de conhecer ONGs com trabalhos excelentes em diversas áreas de atuação.

ImageMagica – “Perceber o mundo em que se vive é o primeiro passo para modificá-lo” André François

Conheci o André François em uma palestra da Endeavor na GP Investimentos há 10 anos atrás, e fiquei fascinado pela ImageMagica que é uma ONG cujo objetivo é usar a fotografia como instrumento de transformação da realidade.

Na época que conheci a ImageMagica, o foco do trabalho era usar a fotografia como instrumento educativo para jovens em comunidades carentes através do projeto Escola do Olhar. Veja um vídeo do projeto.

Atualmente, a ImageMagica desenvolve projetos na área de saúde, usando a fotografia como instrumento transformador. Um dos principais projetos é o portal de Tratamento Domiciliar – De Volta Pra Casa.

Visite o site: http://www.imagemagica.org

Wikisocial – Sites para ONGs

Em 1999, percebendo a dificuldade das ONGs em conseguirem voluntários qualificados para desenvolvimento de sites, idealizei o Cidadania.net para criar sites para ONGs a um custo de R$ 100. Logo percebi que não daria certo, pois as ONGs não possuem uma cultura digital e abandonei o projeto durante muito tempo.

Há alguns anos, decidi retomar o projeto com um novo nome – Wikisocial – e desta vez a ideia central seria criar uma rede de voluntários para criar sites usando plataformas de gestão open source (Joomla! e WordPress).

No dia 7/nov/2011, tive o prazer de participar do TEDxSalvador onde apresentei o projeto Wikisocial. O tema do TEDxSalvador foi “O que é impossível” e adorei ter a tido esta oportunidade incrível de apresentar minha ideia em um evento tão emblemático.

O fato é que decidi transformar o Wikisocial um projeto real, e desde então tenho conhecido pessoas excelentes e as coisas têm andado em um ritmo alucinante.

Verdade seja dita “O universo conspira a nosso favor quando concentramos nossas energias em algo que acreditamos”.

Após tantos anos de experiência em trabalhos voluntários, descobri que a solução para o anseio de pessoas com espírito empreendedor e que também querem ajudar a tornar este mundo um lugar melhor para nossos filhos, talvez seja o “caminho do meio“.

No caso de ONGs e empresas, o caminho do meio são os NEGÓCIOS SOCIAIS que são iniciativas rentáveis economicamente que buscam solucionar problemas sociais.

httpv://www.youtube.com/watch?v=jhqKlEJvscs

Se você se inspirou a começar alguma atividades social após a leitura deste post, agradeço muito se puder comentar para deixar registrado. Afinal, quando escrevemos um desejo, ele já começa a se tornar realidade.

Abraços

Marcio Okabe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *