Go to Top

Horário de Verão e Energias Sustentáveis

Hoje começa o horário de verão e para quem é pai sabe os transtornos que teremos para acordar os filhos 1h mais cedo, pois não adianta explicar para o relógio biológico deles que o governo precisa economizar energia.

Alguém pode me dizer porque o Governo diminui IPI de carros, geladeiras, etc. e não investe em promover o uso de energia solar de forma mais intensiva?

 

 

 

 

http://pinterest.com/guaxo/energia-luz-acao/

Encontrei este excelente painel no Pinterest que é uma rede social onde as pessoas criam painéis com imagens/vídeos sobre temas que te interessam. O mais legal é que também funciona com um FAVORITOS, pois podemos clicar e ler os artigos.

Uma parte das pessoas defende a tese que aumentam os gastos com saúde devido aos gastos com saúde de pessoas que têm problemas de ajuste de biorritmo e outras que argumentam os problemas de assaltos das pessoas que saem de casa mais cedo.

Minha crítica fica para falta de investimentos em energias sustentáveis como energia solar e eólica. Só falta o governo dizer que falta vento e sol no Brasil.

Na Câmara, tramitam três propostas que sugerem a proibição do horário de verão em todo o País. Uma delas é do deputado Valdir Colatto, do PMDB catarinense. Ele acredita que o horário é prejudicial ao país e questiona se efetivamente há alguma economia.
“Se alguém fizesse um estudo das vantagens e desvantagens, com certeza não levaria em conta essa balela de que há economia de energia e, sim, veria as outras consequências. Só na área da saúde, eu acho que o Brasil gasta muito mais com o que há de economia de energia, pelo fato de quebrar o biorritmo das pessoas.”

Também autor de proposta contrária ao horário, o deputado Mário de Oliveira, do PSC mineiro, argumenta que a mudança altera a rotina das pessoas e expõe trabalhadores e estudantes a assaltos. Além disso, a economia gerada não é representativa.
“Por essas razões eu sou contra o horário de verão. A não ser que houvesse ainda uma economia de 30% na energia elétrica do País e que pudesse suprir um estado com essa economia, um estado como Minas Gerais, por exemplo, como Goiás, mas não faz economia suficiente para suprir outras necessidades de outros estados do Brasil.”

Fonte: Elo.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *