Jornalistas e Marketing de Conteúdo – Reflexões

Conteúdo editado em 20/03/2020. Sugestões de links:

Há muitos anos, defendo a ideia de que os jornalistas têm a “faca e o queijo” na mão para dominarem o marketing digital. Ministro cursos de Marketing no Google desde 2007 e o SEO (Search Engine Optimization) se tornou uma das áreas mais promissoras do Marketing Digital. Porém, a grande tendência é o “Marketing de Conteúdo” que também defendo há muitos anos.

Muitos blogueiros ganham dinheiro e trabalham de qualquer lugar. O jornalista é um profissional de conteúdo e poderia trabalhar de qualquer lugar no horário que quiser, porém muitos jornalistas estão presos aos modelos antigos. A mídia de massa e impressa trazem uma cobrança do perfeccionismo, afinal um “erro” ir ao ar ao vivo ou ser impresso em milhões de cópias seria fatal para carreira. Com a internet e a evolução da tecnologia móvel, as regras mudaram e perfeição não é sinônimo de resultados. Um dos melhores textos que já li sobre este tema está no site NomadesDigitais.com.

“Se você está lendo esse texto agora, considere-se uma pessoa de sorte. Você está presenciando uma revolução que está mudando a forma como o mundo funciona. Por mais que ainda possa não ter percebido isso, estamos na crista da onda de um movimento global que nos próximos anos vai desconstruir a noção do que significa trabalhar e ter uma vida feliz de verdade. As grandes responsáveis por isso? A internet e a tecnologia.
A junção dessas duas coisas fez nascer um novo modelo de trabalho e de vida ao qual cada dia mais pessoas aderem – a possibilidade de poder trabalhar de qualquer lugar do mundo, desde que haja uma conexão com a internet.
É um momento épico: as paredes dos escritórios e as baias começam a despencar para diversas profissões. Em diversos casos, elas já não fazem mais sentido. Hoje, para muita gente, não há mais porque pegar horas de trânsito todos os dias, se locomover para escritórios que em sua maioria ficam em áreas centrais, gastar com transporte, estacionamento, almoço, gasolina, e tudo inflacionado, pois há muitas pessoas fazendo as mesmas coisas nos mesmos lugares. Há formas mais inteligentes de trabalhar, ganhar dinheiro e ter uma vida fantástica ao mesmo tempo.”  Fonte: NomadesDigitais.com

Jornalistas, Google e Blogs

No início da internet, houve um boom de portais de conteúdo e a promessa que os usuários iriam escolher qual seria o seu portal de entrada na internet. O que aconteceu no final de década de 90 foi uma grande “corrida do ouro” onde quem sabia fazer “páginas HTML” tinha a promessa de ganhar muito dinheiro. Surgiram milhares de produtoras de sites ansiosas por ganhar “dinheiro fácil” e eu era uma delas. Abri uma produtora chamada Arteweb que em 2000 fechou para abrirmos a Tomate Comunicação Digital.

O tempo passou, o Google surgiu e os blogs se tornaram os grandes veículos de comunicação. A cada dia que passa, lançar um site ou um blog se tornou mais fácil como podemos comprovar com a evolução de sites como o www.Wix.com e, principalmente, o WordPress.com.

O Google acabou com o sonho dos portais se tornarem as portas de entrada na internet e disputa é para estar entre as primeira colocações no Google. As estratégias para posicionar seu site em boas colocações no ranking do Google e outros sites de busca criou um mercado promissor no marketing digital, o SEO (Search Engine Optimization).  Novamente, vivemos outra corrida do ouro e agora surgiram milhares de agências/consultorias de SEO. Um dia um cliente perguntou “Quem ganhou dinheiro com a corrida do ouro na Califórnia?”. Percebi onde ele queria chega… Não foram os garimpeiros que ganharam dinheiro, mas sim as pessoas que vendiam pás e picaretas. Leiam meu artigo “Corrida do Ouro e Internet” que escrevi em 2009.

SEO para Jornalistas e Marketing de Conteúdo

Em 2010, escrevi o artigo “SEO é essencial para jornalistas e redatores” que foi publicado na WebInsider. Fui o pioneiro em lançar o curso de SEO para Jornalistas, pois acreditava (e ainda acredito) na importância do profissional de conteúdo aprender as principais técnicas e estratégias para aparecer no Google. O “Mito da Primeira Página” que tem origem no modelo do jornal impresso e que migro para os portais  tirou o foco do jornalista em escrever pensando na pessoa que está fazendo uma busca no Google ou no Youtube. Caso não saiba, o Youtube é o SEGUNDO site de busca mais utilizado.

O título chamativo para “primeira página” é completamente diferente do título para o MOMENTO DE BUSCA. Muitos jornalistas reclamam do declínio dos formatos tradicionais e dos blogueiros, porém a maioria não tem um blog pessoal ou coletivo.

Vejam o Slideshare do meu curso de SEO para Jornalistas.

SEO para Jornalistas from Marcio Okabe

Veja também “SEO ilustrado para jornalistas“.

A Barbara Zamberlan lançou uma cartilha de SEO no Jornalismo que é excelente. Clique no link abaixo.

Dei uma entrevista no programa Alma do Negócio sobre “Marketing de Conteúdo e Inteligência Coletiva”

Gosto de fazer estudos de SEO com temas específicos. Uma das estratégias de Marketing de Conteúdo e SEO é publicar rapidamente um conteúdo que tenha sido veiculado em mídias de massa.

Jornalistas precisam saber fazer sites?

Criar sites está se tornando cada dia mais fácil, porém é comum ouvir profissionais de conteúdo falarem que não precisam aprender como criar um blog ou um site. O argumento mais comum é dizer que é uma tarefa para desenvolvedor de sites. Eu desenvolvo sites desde 1998 e em 2007 descobri um sistema de gestão de conteúdo chamado Joomla! que permite criar um site fácil de gerenciar. Ele é tão bom quanto o WordPress, porém o WordPress se tornou o CMS (content management system) mais popular do mundo.

Além disso, sites que permitem criar seu próprio site como o Wix, Weebly e outros estão crescendo de forma geométrica. Isso tudo mostra que a atividade de criar sites está rapidamente deixando de ser uma tarefa técnica. No meu artigo “Criação de sites morreu, vida longa ao conteúdo” defendo a importância de valorizar o conteúdo e não a criação de sites.

Assistam minha palestra no Joomla! Day SP 2013 cujo tema foi “Joomla! para Jornalistas e Portais de Conteúdo“.

Sites em Joomla!Fui um dos precursores no ensino de Joomla! no Brasil e ministrei palestras nos encontros – Joomla! Day Brasil – desde 2007. Ter um site eficiente é FUNDAMENTAL em qualquer estratégia de marketing digital e o Joomla! é uma das melhores plataformas da atualidade. MILHÕES de sites em todo mundo usam o Joomla!.

Porém, acredito que faltam Cursos de Joomla! focados em usuário comuns – estudantes, jornalistas, empreendedores, profissionais de marketing, etc. – e que não querem se tornar profissionais de desenvolvimento de sites. Além disso, a maior parte dos cursos é pago e não existe um curso gratuito e organizado de forma que você aprenda a criar um site em Joomla! em poucos dias se tiver dedicação.

Lancei uma campanha de crowdfunding “Curso online e gratuito de Joomla!“. Gostaria muito de sua ajuda para colaborar e divulgar. Lembro que as recompensas estão MUITO BOAS.

O que me motivou a fazer esta campanha é o fato de perceber que o Joomla!, apesar de ser um excelente sistema de gestão de conteúdo de sites, não se tornou tão popular como o WordPress. Escrevi um artigo muito polêmico “Declínio do Joomla! e Apogeu do WordPress” no qual sugiro ajudarmos jornalistas a terem um site em Joomla!.

Aula de Marketing Digital para Jornalistas na Cásper Líbero

Um dos meus sonhos era ministrar uma aula de Marketing Digital para Jornalistas, pois quando prestei vestibular fiquei em dúvida entre ENGENHARIA ELÉTRICA e JORNALISMO 😉

No dia 25/Julho/2013, tive o imenso prazer de ministrar uma aula na Cásper Líbero no curso Marketing para Jornalistas e Assessores de Imprensa organizado pela Miyashita Consulting.

Vejam a apresentação em Prezi.

Concluindo…

Neste último ano, passei por um período sabático e dei uma guinada e direcionei minha carreira para área de EDUCAÇÃO. Tenho vivenciado e estudando diversos projetos relacionados à educação livre, fora das escolas e desescolarização. As mudanças não são fáceis, pois temos que sair da zona de conforto. A dica é que SOZINHO não é fácil mudar, mas em COMUNIDADE tudo se torna mais fácil.

Se você é jornalista e chegou até aqui, parabéns! Tenho certeza que os jornalistas que tiverem a coragem de MUDAR terão um grande potencial neste novo mundo que está se formando. Contem comigo para que possamos nos unir e fazer a diferença.

 

2 Comments

Deixe uma resposta